26/01/2012

God of War

-->
god of war capa

Título: God of War
Autores: Marv Wolfman (roteiro) e Andrea Sorrentino (arte)
Origem: EUA
Páginas: 148
Editora: Panini

God of War fez (e faz) muito sucesso entre os gamers por aliar gráficos potentes, quebra-cabeças, violência em doses cavalares e usar a mitologia grega para criar um bom pano de fundo para justificar a jornada de Kratos em busca de vingança e poder. A HQ assinada pelo experiente Marv Wolfman explora os acontecimentos da vida do fantasma de esparta antes da história mostrada no primeiro jogo.

A história começa bem confusa justamente para quem já conhece a história do novo Deus da Guerra. Wolfman optou por narrar a história em dois tempos distintos, um no presente e o outro no passado. A medida que Kratos avança em sua segunda busca pela Ambrosia de Asclépio (uma substância divina que cura qualquer doença ou ferimento) ele se recorda de quando partiu em busca da Ambrosia pela primeira vez, quando precisava dela para curar sua filha recém-nascida, que nasceu com varíola e que, pelas leis de espartanas, deveria ser sacrificada. 

Ver o protagonista explorando os mesmos lugares em tempos diferentes, hora enquanto luta contra a vontade dos deuses para salvar a sua filha, hora enquanto lembra de sua falecida família (e isso não é spoiler!), deixa a leitura confusa, levando um certo tempo para "cair a ficha" sobre o que está acontecendo.


A arte


god of war comics


A arte de Sorrentino é muito boa, embora seja muita escura, principalmente nos primeiros capítulos, a ponto ficar até um pouco difícil de entender a ação se desenrolando, mas vai melhorando gradualmente. Nas partes em que os aparecem deuses há bonitos efeitos de luz, cada deus tendo a sua própria cor dependendo do seu poder, e é aí que a arte se destaca.


Vale a pena comprar os quadrinhos de God of War?




kratos god of war action figure


Além de mostrar o amor de Kratos por sua família (algo um tanto estranho para quem está acostumado a vê-lo retalhando inimigos nos videogames), a HQ também explora algo que não é abordado nos games, que é sua vida como capitão e cidadão espartano. No entanto, a história é um tanto arrastada e não chega a empolgar, mesmo melhorando a medida em que se aproxima da conclusão.

A versão nacional encadernada reúne os seis volumes lançados lá fora, com capa cartonada, e com o justo preço de R$19,90. Vale para quem é fã dos games e quer conhecer mais sobre a história, mas para quem procura uma boa leitura há opções muito melhores com as quais gastar seu dinheiro e tempo.

Nota: 6

Um comentário:

  1. Eu gostei da hq, apesar dela não ser nenhuma obra prima é um bom entretenimento.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...