23/11/2011

Retalhos por Craig Thompson

-->

A graphic novel Retalhos foi um dos grandes destaques do quadrinhos em 2009. Desde seu lançamento, em 2003, coleciona importantes prêmios, entre eles três Harvey e dois Eisner Awards, dois dos mais importantes prêmios da indústria de quadrinhos.

Retalhos conta a história de Craig Thompson, protagonista, escritor e ilustrador da obra (Ah, eu esqueci de mencionar que era uma autobiografia. Bom, agora vocês já sabem!), desde a sua infância até seus vinte e poucos anos, quando passa a morar sozinho e decide se dedicar a viver de seus desenhos.

Thompson destaca três aspectos de sua vida: 1 - a rigorosa educação cristã que recebeu dos seus  pais e do colégio durante a infância em uma cidade no interior dos Estados Unidos; 2 - o relacionamento com seu irmão mais novo, Phil, e  3 - o namoro com Raina, uma garota que conheceu durante um acampamento de férias para jovens cristãos.


Durante a narrativa Thompson mistura a realidade com sua fantasiosa imaginação, lembrando em alguns momentos o desenho-animado "O Fantástico Mundo de Bobby", clássico do SBT dos anos 90. Isso acontece principalmente enquanto sua infância, mas dura praticamente toda a história, porém ocorrendo cada vez menos conforme o 'personagem-autor' vai amadurecendo. No entanto, diferentemente do desenho animado, nem sempre a sua imaginação cria ilusões lúdicas ou felizes.

O conservadorismo cristão enche a cabeça de Craig de dúvidas, desde criança até uns vinte e poucos anos, quando passa a interpretar os dogmas religiosos e a ver o mundo de sua própria maneira. Em certa parte da história, Craig abre mão de uma das poucas coisas que o faziam feliz, que era desenhar, porque segundo o pastor (ou padre, não me lembro ao certo) o tempo que ele "desperdiçava" desenhando poderia ser melhor aproveitado orando e cantando hinos de sua igreja.

O amadurecimento de Craig foi possível, em grande parte, ao seu relacionamento com Raina, uma jovem bem diferente dele, criada em uma cidade mais liberal e com a família cheia de problemas, como o divórcio dos pais e o egoísmo de sua irmã mais velha.

   

Através de Raina, Craig questiona alguns tabus impostos pela religião e começa a enxergar que certas coisas que aprendeu com seus pais, em sua comunidade e na bíblia podem ser contraditórias. Por várias vezes ele se questiona se seu relacionamento com ela tem algo de "pecaminoso", apesar de amá-la de verdade.

Porém, algumas das melhores (e mais chocantes) passagens não são com Raina, mas na igreja onde ele frequentava. Nessas partes percebe-se que há uma grande distância entre o que se prega e o que se faz. Vem a lembrança a famosa frase "faça o que eu digo, não faça o que eu faço".

Retalhos merece todo o reconhecimento que ganhou, pela originalidade como aborda os temas como religião, adolescência e relacionamentos. O único 'defeito', por assim dizer, é gastar muito tempo mostrando a relação entre Craig e Raina, deixando de explorar mais a relação com seu irmão e com seus pais, que poderiam ser mais exploradas.

Como se trata de um 'tijolo' para um público bem restrito, não foi possível para a Quadrinhos na Cia fazer muitas 'firulas' como capa dura ou envernizada, mas ainda assim consegui fazer uma bela arte e com um material de boa qualidade, sem falar no conteúdo, que é excelente!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...